fr en es it nl de

em breve

Скоро сайт будет доступен на русском языке. Strona będzie wkrótce dostępna w języku polskim. 该网站即将推出中文版

América Central e Caraíbas

América do Norte

América do Sul

Europa

França

Oceania

Próximo e Médio Oriente

África

Ásia

Organize a sua viagem à sua medida
Mali
com uma agência local !

Desejo partir em
Quem está a viajar?

Receber gratuitamente e sem compromisso propostas personalizadas em apenas alguns cliques

  • Descreva-nos o seu projecto de viagem: os seus desejos e as suas necessidades
  • Enviamos o seu pedido para as agências locais
  • Receber até 4 orçamentos personalizados gratuitos
  • Escolha a agência local que mais lhe convém

Deixar em Mali

#autenticidade local O Mali tem sido e continuará a ser para muitas pessoas o vector do que é chamado o 'Vírus de África'. O turista, tocado pela magia do Mali, vem e regressa aqui porque o país não é um país turístico. Ao escrever este guia, tivemos de ter o cuidado de não nos perdermos em considerações sentimentais. É de facto fácil apaixonarmo-nos por este país.
O Mali tem sido e continuará a ser para muitas pessoas o vector do que se chama o Vírus de África. O turista, tocado pela magia do Mali, vem e regressa aqui porque o país não é turístico. Ao escrever este guia, tivemos de ter o cuidado de não nos perdermos em considerações sentimentais. É de facto fácil apaixonarmo-nos por este país.

A hospitalidade lendária

Os malianos são um povo heterogéneo e aberto, cujos costumes - como o cousinhood, uma espécie de código ancestral e mítico que define a relação entre dois grupos étnicos - continuam a existir apesar da nova racionalidade imposta pela modernidade ocidental.

Autenticidade

O Mali é um país relativamente intocado pela ocidentalização, autenticamente africano, até a sua capital, Bamako! De facto, a organização social tradicional permanece ali ao lado de uma relativa modernidade. O turismo que acolhe não é o turismo de massas. Se, no entanto, modifica a paisagem, está fora de qualquer proporção em relação a outros países. Não existem aqui clubes de férias, nem operadores turísticos gigantes.

Folclore!

O comboio do amendoim, também chamado comboio pequeno ou TGV (Train à Grande Vibration), assegura a ligação entre Bamako e a região de Kayes. São necessárias cerca de catorze horas para percorrer os 600 km que separam as duas cidades, num ambiente no mínimo folclórico. Este comboio pára em todas as estações e transporta tudo o que os aldeões querem pôr nele: cabaças de leite, ovelhas, cabras, carvão, tomates?

O berço dos maiores impérios

O Mali é o berço dos maiores impérios, das maiores civilizações que a África viu florescer, como testemunham os locais históricos excepcionais de Djenne, Timbuktu e Gao. É também uma terra de encontros com Tuareg, Mouros, Fulani, Bambara, Minianka, Sarakolé, Dogon, Bobo, Songhai, Malinké, Bozo, Somono... Todos estes grupos étnicos guardam na memória os perigos da história. A palavra dos anciãos é sagrada.

Artesanato de renome

A diversidade e a qualidade dos produtos malianos neste domínio fizeram a sua reputação em todo o mundo. Os tecelões Fulani da região de Mopti fazem mantas de lã ou algodão, chapéus de couro usados pelos pastores, e jóias. Os ferreiros trabalham ouro, prata e cobre, mas também pedra para fazer magníficos ornamentos e gris-gris. Encontrará também jóias soberbas (colares, anéis, cruzes Agades) feitas pelos Tuaregues, assim como várias esculturas e máscaras dos países Dogon e Senoufo. O Mali é também o país da África Ocidental que produz os mais belos bogolanos, tecidos de algodão tingidos segundo uma técnica tradicional baseada em elementos naturais: folhas, flores, casca de árvore?

Paisagens fotogénicas

Deserto de areia ou pedra do Norte, savanas do Sahel, planícies férteis do interior do Delta do Níger, falésia de Bandiagara e, no fundo, o rio Níger, o segundo maior rio de África. Tantas paisagens, a que estão associadas diferentes formas de vida de povos fascinantes e originais.

A atmosfera maliense

Na rua, nas lojas e no mato, o ambiente está por todo o lado. Os sorrisos e as discussões cruzam-se em todos os lugares e em todos os momentos. A expressão maliense está na boca de todos. Isto significa que, aconteça o que acontecer, a vida continua em silêncio, pelo que mais vale que a desfrutemos juntos e de bom humor.  

Copyright Dominique Auzias - Jean Paul Labourdette




Porquê recorrer a uma agência local?

  • Cada agente local vive no local e é um perito no destino.
  • A sua estadia será 100% feita à sua medida e adaptada a todos os seus desejos.
  • O seu agente local estará sempre disponível para garantir que a sua viagem esteja de acordo com as suas expectativas.
  • Beneficie dos melhores preços, estando directamente em contacto com o organizador no local.

Os meios de comunicação social estão a falar sobre o assunto